Páginas

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

A Lógica Cruel dos Segredos

As Comadres - Diego Rivera
O segredo é o estágio embrionário da fofoca. É o dia anterior ao escândalo tornado público.
Posso te contar um segredo?
– Não. 
– Quê?
– Não. Não pode. Não gosto quando você me conta segredos porque não posso contar a ninguém.
– E como você acha que deveria ser? Se é um segredo, não deve ser contado.
– Se é assim, por que você está me contando? Então não conte, e aí de fato será um segredo. Veja: ninguém conta segredo sobre coisas sem importância. Um bom segredo versa sempre sobre coisas interessantes, dessas que deveriam estar na capa de uma revista de fofocas. E você quer que eu fique calada? Que graça tem saber uma coisa escandalosa, ou muito grave, e manter silêncio? Não aguento. É muito chato isso. No mais, se você mesmo não consegue manter silêncio, por que me pede que mantenha?
– Você tem razão. Então vamos fazer assim: eu te conto e você só conta para uma pessoa, certo? 
– Certo. 
– Então, vou contar. Mas lembre-se: é segredo!
– Conta logo!!!

A vida é realmente bela!

3 comentários:

Anônimo disse...

Adorei... Vou te contar um segredo..rs,rs
Entra por um ouvido e sai pelo outro
Bjs

Lena disse...

Vou te contar um segredo: A vida é realmente bela após ler qualquer coisa que você escreve...

Bjs

Moacir disse...

Sensacional, meu amigo. Não pare nunca de escrever.