Páginas

terça-feira, 9 de junho de 2015

O Sujeito do Outro Lado da Linha


O sujeito do outro lado da linha está visivelmente emocionado. Fala como um alucinado sobre a nova revelação da MPB: - "É fantástica! Ela é muito melhor que todas as que existem, existiram ou existirão!!" - Fulana sei lá o quê. Não me lembro.
Meu amigo em questão é, como eu, um romântico incorrigível. Vou até o apartamento dele para ouvir a nova deusa. Sigo já meio desconfiado, pois conheço meus afins. Tomo meu uísque sem gelo enquanto ouço o disco. Como imaginava. Nada de especial. Apenas um repertório e uns arranjos de muito bom gosto. Mas a voz nada tem que a faça tão maravilhosa quanto ele quer. O amor tem dessas coisas. O sujeito está completamente apaixonado por uma mulher que jamais viu pessoalmente, e atribui a ela qualidades que, decididamente, não tem.
No clímax da paixão me faz um pedido totalmente absurdo: - “Você pode me ajudar. Você é músico. Vá ao Rio de Janeiro, infiltre-se no universo musical dela, conheça-a e me apresente.” - Diante de tal pedido desesperado partindo de um grande amigo, que mais poderia eu fazer senão consentir em tentar. - "Tentar não. Você pode.!!!Você é meu único vínculo com ela!!"
- A vida é realmente bela!

2 comentários:

Zecca Franklin disse...

É fantástico! Ele é muito melhor que todos os que existem, existiram ou existirão!!" É a nova revelação dos blogueiros!!!
Parabéns Canuto, o texto é simples, fino e elegante.

Zecca Franklin

Osias Canuto disse...

Obrigado, Zecca. Fico feliz de poder reencontrá-lo por meio do blog.